Capa / INÍCIO / GERAL / Jorge Picciani é eleito presidente da ALERJ
Jorge Picciani é eleito presidente da ALERJ

Jorge Picciani é eleito presidente da ALERJ

O deputado estadual Jorge Picciani (PMDB) foi eleito presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), para o biênio 2015-2017 em eleição com chapa única realizada na tarde desta segunda-feira (02/02). Com a maioria esmagadora dos votos dos 70 deputados, 65 positivos contra cinco contrários, Picciani vai para seu quinto mandato à frente da Casa.

O deputado Geraldo Pudim (PR) foi eleito para a Primeira Secretaria. O Partido da República tem a segunda bancada com oito deputados. O PMDB tem 15, e o PSD, terceiro maior, sete.

O segundo secretário é Samuel Malafaia (PSD), o terceiro secretário Fábio Silva (PMDB) e o quarto, Pedro Augusto (PMDB).

Wagner Montes (PSD) que no mandato de Paulo Melo (PMDB) exerceu o cargo de primeiro secretário, será o primeiro vice. O segundo vice é André Ceciliano (PT), o terceiro vice Marcos Vinícius (PTB) e o quarto, Carlos Macedo (PRB). A Mesa Diretora é formada por 10 deputados.

Ainda ficou definida da seguinte forma a composição dos suplesntes: Primeiro – Zito (PP); Segundo – Bebeto (SD); Terceiro – Renato Cozzolino (PR) e Quarto – Márcio Canella (PSL). Edson Albertassi será o líder do governo na Casa.

“Quero agradecer a generosidade dos 70 deputados e dizer que aqui o voto sim e o não tem o mesmo peso. Me honra ter tido os 65 dos deputados a quem agradeço de forma em particular, e ao PSOL que deu os cinco contra, mas em decisão política e é assim que funciona. O Parlamento é plural. Nessa posição de presidente me portarei como magistrado. Quando, como deputado do PMDB, farei a defesa não daqui da presidência. Desta forma me conduzi nas quatro vezes anteriores que tive a oportunidade de presidir a Casa. As portas estão abertas para todos os deputados”, declarou em seu primeiro discurso após ser eleito e empossado, Jorge Picciani.

Em seguida Picciani anunciou que nesta terça-feira (03/02) já acontece a primeira reunião com toda a Mesa Diretora, e na quarta-feira (04/02), com o Colégio de Líderes, onde estarão sendo indicados os membros dos partidos. “Vamos respeitar os entendimentos partidários, ouvindo a todos, e dentro da vocação e expertise de cada um, vamos dar o máximo de espaço aos deputados”.

Se para dentro da Assembleia os arranjos políticos estão delineados, para fora a história não é diferente. Picciani anunciou como medida imediata a retirada das proteções que foram instaladas em torno da Alerj, após as manifestações realizadas no último ano.

“Vamos retirar a madeira que foi colocada para tapar os vidros. Não temos que ter medo de manifestações. Vou continuar saindo pela porta da frente sem segurança. Aqui é um prédio histórico e não vamos mais colocar grades. Nossa segurança é patrimonial e não é armada. Não temos o poder de polícia, e se for necessário por qualquer eventualidade, chama-se o Batalhão de Polícia. Sempre respeitei as vaias e aplausos e nunca me tocaram um dedo”

Deixe um comentário