Capa / INÍCIO / DESTAQUE / Pezão também visitará Varre-Sai nesta quinta-feira
Pezão também visitará Varre-Sai nesta quinta-feira

Pezão também visitará Varre-Sai nesta quinta-feira

Além de Natividade, onde deve inaugurar o destacamento do Corpo de Bombeiros da cidade ao meio-dia, o governador Luiz Fernando Pezão , estará mais cedo, às 10h30, em Varre-Sai, onde visitará a Coopercanol (Cooperativa de Produtores de Café do Noroeste Fluminense), onde começa a funcionar, o módulo de rebeneficiamento de café, adquirido com recursos de R$ 1,7 milhão do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Repassado pelo Banco do Brasil, o investimento permitirá que o café de boa qualidade da região, que anteriormente precisava seguir para Minas Gerais e Espírito Santo para ser rebeneficiado, possa sair já do Estado do Rio selecionado e classificado para exportação ou venda a mercados consumidores de alto padrão.

O Noroeste Fluminense concentra 70% da produção estadual de café de 300 mil sacas/ano. De acordo com dados da Emater-Rio, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural, vinculada à Secretaria de Agricultura, o polo cafeeiro da região responde pela produção anual de 200 mil sacas de café beneficiado. A atividade envolve mais de dois mil trabalhadores, em área superior a 10 mil hectares. Varre-Sai é o maior produtor estadual de café, com 90 mil sacas/ano, área cultivada de 4.760 hectares e 940 trabalhadores envolvidos.

Um dos primeiros passos para alavancar a produção de café, dado com apoio da Secretaria de Agricultura, foi a aquisição de duas unidades móveis de beneficiamento. Adquiridos com recursos de R$ 423 mil do programa Rio Café, os equipamentos atuam nas propriedades da Região Noroeste. O processo agrega valor ao produto, aumentando a receita dos trabalhadores em até 30%.

Outra grande conquista veio através do programa Rio Rural, da Secretaria de Agricultura, que já instalou 19 secadores rotativos de café para atender grupos de agricultores familiares em Varre-Sai, Porciúncula e Bom Jesus do Itabapoana. Implantadas com recursos de R$ 450 mil do Banco Mundial, as estruturas beneficiam 80 cafeicultores. O uso desse equipamento permite que a secagem dos grãos seja mais rápida e de forma homogênea, elevando a qualidade do produto e evitando a formação de fungos.

Para garantir o escoamento das safras, o programa Estradas da Produção, da Secretaria de Agricultura, realiza serviços de recuperação e manutenção de estradas vicinais nas áreas rurais. Porciúncula, Natividade, Varre Sai e Bom Jesus do Itabapoana, municípios que integram o polo cafeeiro da Região Noroeste, já foram beneficiados com serviços em 1.750 quilômetros de estradas vicinais, beneficiando 11,3 mil produtores e seus familiares.